Funil de vendas: o que é e sua importância na produção de conteúdo

O funil de vendas é uma das melhores estratégias para acompanhar a jornada do cliente rumo à conclusão da compra. Por esse motivo, conhecer esse conceito é uma maneira de inovar nas campanhas de vendas e marketing do seu negócio.

Ao longo do artigo de hoje, vamos tratar o que é o funil de vendas e a sua importância na produção de conteúdo, uma vez que essa metodologia é muito aplicada no Inbound Marketing. Acompanhe a leitura!

Mas, afinal de contas, o que é funil de vendas?

O funil de vendas, também conhecido como pipeline, é um modelo estratégico que mostra a jornada do cliente, ou seja, desde o primeiro contato com a empresa até a concretização da venda – ou mesmo além desse processo, no pós-venda.

Por exemplo, ao perceber um grande painel de publicidade, o usuário pode conhecer a sua empresa logo no primeiro momento. Depois de pesquisar, ele irá fazer uma compra e manter um relacionamento com a marca.

Ou seja, o funil de vendas é uma representação do caminho que o cliente faz até o fechamento de uma compra.

Nesse sentido, aplicar o funil de vendas é acompanhar o cliente a partir do momento em que ele toma conhecimento da sua empresa, conhece a solução (produto ou serviço), fecha negócio e mantém uma fidelização com a marca.

Porém, é importante ressaltar que a compra não é um processo homogêneo. Isso significa que toda a jornada ocorre por etapas e, durante esse caminho, o cliente passa por vários momentos que revelam o quão próximo ele está de fazer uma compra.

Temos o momento em que ele(a) ouve falar de um notebook novo, por exemplo. Depois, ele considera se vale a pena a aquisição e, só depois de várias tomadas de decisão, opta por realizar ou não a compra do produto.

Então, para ajudar no convencimento do consumidor, é importante conhecer a maturidade do cliente em relação à decisão de compra, e é aí que entra o funil de vendas.

Quais são as etapas do funil de vendas?

Bem, agora que você já sabe o que é o funil de vendas, fica mais fácil identificar como é a construção dessa representação e as etapas que envolvem a estratégia. Em geral, os principais estágios são:

  • Topo de funil – descoberta;
  • Meio de funil – consideração;
  • Fundo de funil – compra;
  • Pós-venda – relacionamento.

Vale dizer que o funil de vendas pode ser aplicado em qualquer segmento, seja para a venda de empilhadeira elétrica, roupas, bem como demais produtos ou serviços.

A seguir, conheça mais sobre cada uma das etapas do pipeline e as principais estratégias para convencer o cliente.

Topo do funil – descoberta

O topo do funil (ToFu) é a etapa de descoberta, isto é, quando o cliente toma consciência da sua empresa, pois até então ele era indiferente à sua própria necessidade ou problema.

Em resumo, o cliente não estava buscando nenhum produto ou serviço porque desconhecia a sua demanda. Mas, ao ter o primeiro contato com o seu negócio, ele compreende que há um gap e, assim, começa a estudar um pouco mais sobre a solução.

Portanto, esse é o momento de se colocar como especialista no assunto. Você pode criar um flyer digital, por exemplo, com mais informações acerca do produto ou serviço.

Sendo assim, forneça materiais que ajudem o usuário a diagnosticar o seu problema, tirar dúvidas e compreender mais sobre o assunto.

Um dos formatos mais usados no topo do funil são os blog posts. Assim, é possível oferecer conteúdos informativos e diferenciados ao usuário.

Meio do funil – consideração

O marco que define a passagem para o meio do funil é o reconhecimento do problema. Ou seja, o cliente já conhece um pouco da sua empresa e está considerando fazer uma compra, mediante a identificação do problema.

No meio do funil, estamos lidando com os leads (potenciais clientes), que são os usuários que forneceram algum tipo de contato para a sua empresa, com o intuito de descobrir mais informações sobre um determinado assunto.

Sendo assim, vale a pena investir em conteúdos que vão além de um banner de loja, mas tragam conhecimentos sobre o seu negócio, como os e-books e webinários.

Uma das dicas mais importantes para o meio de funil é ser sincero(a). Ou seja, falar realmente o que o cliente precisa e como o produto/serviço pode ajudar a sanar a demanda.

Deixe claro que o objetivo da sua marca é estabelecer uma relação de confiança, não apenas vender a qualquer custo.

Fundo do funil – compra

O fundo do funil é o momento da compra. Nesta etapa, o cliente já sabe que precisa comprar um produto ou serviço para sanar o seu problema e, por conta disso, está considerando todas as opções disponíveis.

Então, é a hora de dar aquele “empurrãozinho” e mostrar que a sua empresa é a melhor escolha. Sendo assim, vale a pena oferecer brindes, como sacolas ecobag personalizadas, descontos, promoções, entre outros.

A ideia aqui é mostrar que a sua empresa tem vantagens em relação à concorrência.

Pós-venda – relacionamento

Nem todas as empresas incluem o pós-venda como uma etapa do funil, no entanto, ela é importante devido à construção do relacionamento com o cliente.

Aqui, é importante mostrar que a sua empresa se preocupa com o bem-estar dos consumidores e está interessada na opinião deles em relação aos produtos ou serviços. Por isso, peça feedback e estabeleça um bom relacionamento.

Aos poucos, você irá perceber que os clientes vão recomendar o seu negócio para outras pessoas (o famoso “marketing boca a boca”) e não vai demorar muito para conseguir novos consumidores da marca.

Importância do funil de vendas para a produção de conteúdo

Quando vamos imprimir um conteúdo em plotagem a2, a intenção é que o material impacte positivamente o público, gerando engajamento e, consequentemente, envolvendo os usuários no processo da compra.

Mas, para isso, é necessário visualizar o que exatamente o cliente quer e qual o melhor momento para entregar o seu conteúdo. Caso contrário, você corre o risco de afastá-lo, ao invés de convencê-lo a fazer a compra do produto ou serviço.

Além disso, o funil de vendas permite acompanhar os clientes, monitorar o tráfego do seu site e verificar os principais indicadores das suas campanhas de marketing. Ou seja, é possível avaliar se a sua estratégia, de fato, obteve êxito.

Assim, você pode verificar se a divulgação do talão para sorteio foi produtiva, ou é preciso aprimorar a campanha para alcançar novos resultados.

Desse modo, o funil de vendas orienta a abordagem e o melhor tipo de conteúdo para cada um dos estágios de compra, sendo mais fácil convencer os clientes.

Quais as vantagens do funil de vendas?

O funil de vendas não apenas orienta a produção de conteúdo e ajuda no acompanhamento das métricas, como também traz muitas outras vantagens para as empresas.

Entre elas, destaca-se a previsibilidade de resultados. Já que o desempenho de cada estágio depende da etapa anterior, é possível descobrir exatamente quantas pessoas precisam entrar no ToFu, para gerar um número bom de clientes ao final do processo.

Dessa forma, monitorando os números da sua equipe, é possível prever se os setores de marketing e vendas vão conseguir cumprir a meta, bem como o tempo necessário para alcançar cada um dos objetivos.

O funil de vendas também ajuda a aumentar a produtividade. Por meio dele, a empresa consegue mensurar o rendimento dos vendedores e analistas de marketing, descobrindo onde eles têm mais dificuldade e, com isso, acompanhar as atividades de cada um.

Em conjunto, o funil de vendas é muito bom para segmentar e padronizar o ciclo de vendas, tornando a análise de cada um dos estágios muito mais simples e eficiente. 

Dessa forma, a equipe de marketing e vendas têm mais foco e assertividade, que são aspectos fundamentais para o crescimento dos negócios.

Conclusão

O funil de vendas nada mais é que a representação gráfica da jornada do cliente, sendo uma estratégia que contribui positivamente com o Inbound Marketing, orientando a produção de conteúdo, conforme os interesses do usuário.

Por conta disso, ele é usado em grande parte das estratégias de marketing e vendas, sendo um aliado de ambos os departamentos.

O artigo de hoje buscou mostrar uma parcela da importância do funil de vendas para os negócios, bem como a estruturação desse gráfico. Assim, fica mais fácil a aplicação da estratégia na sua empresa.

Em pouco tempo, os resultados serão notáveis, incluindo o aumento das chances de venda e a maior fidelização dos clientes.
Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *