Saiba o que é preciso para trabalhar com home office e como fazer para começar do zero e sem experiência

O home office a cada dia mais se torna uma realidade no cotidiano do brasileiro. Quem não está acostumado com a ideia, pode torcer o nariz para esse modo de trabalho, mas a verdade é que essa “nova moda” tem muitas vantagens.

Inclusive muitas pesquisas mostram que pode ainda ser mais produtivo o trabalho remoto.

Imagine poder trabalhar sem sair de casa? Sem a necessidade de acordar cedo, enfrentar conduções cheias. Montar o seu próprio horário e rotina, além de poder produzir em um lugar tranquilo e confortável, como sua casa. Parece promissor e bem tentador, não? E é mesmo, e é por isso que muitas pessoas começaram a optar pelo home office.

Para o empreendedor é a oportunidade de contratar um bom funcionário sem ter muitos gastos, como o pagamento de transporte, por exemplo. Para quem está começando agora, como empresário, toda economia é bem-vinda e nada muda em se ter um empregado na empresa ou operando em casa – além do corte de gastos, é claro.

Além do mais, uma pesquisa aponta que trabalhadores que realizam home office em alguns dias da semana são mais felizes e têm uma produtividade muito maior que outros que não o fazem.

Deu para perceber por que essa categoria de emprego tem se tornando cada vez mais comum? E ainda tem o fato de ser uma boa opção para quem está desempregado e precisa de uma fonte de renda. Existem aos montes, na internet, vagas de freelancer home office.

Leia aqui também sobre certificação econômica.

Quer ingressar nesta área, mas não sabe como? Logo abaixo explicaremos como iniciar neste setor mesmo sem ter experiência.

Como começar a trabalhar home office

1 – Home office na empresa

Caso trabalhe em alguma empresa, verifique com o chefe se existe a possibilidade de adotar essa modalidade em alguns dias. Se a resposta for negativa, talvez seja hora de finalmente colocar aquela ideia de ser o próprio patrão em prática. Mas antes, é claro, faça um planejamento.

Uma forma de começar esse plano é falando para as pessoas que começará a criar conteúdo digital a distância.

A maioria das trabalhos acontecem por meio de indicações. Então, é importante espalhar a notícia.

2 – Se cadastre em sites para freelancers

Outro dica de como começar a trabalhar home office é se cadastrar em plataformas de trabalhos para freelancers.

Aliás, o fato de não ter experiência trabalhando em casa pouco afeta a decisão dos clientes. O que muitos prezam é mesmo a vivência na área. Mas mesmo assim alguns não ligam de contratar pessoas sem prática, o único problema é que em casos assim o retorno financeiro acaba sendo menor.

Atuando como freelancer, você pode se cadastrar em projetos e aguardar o retorno dos futuros clientes. Existem muitos serviços que não é difícil conseguir através dessas plataformas, como criação e otimização de sites, criação de identidade visual, tradução de textos, entre outros.

3 – Tenha bons equipamentos e uma rotina

Mas, voltando em como começar a trabalhar home office, o passo seguinte é montar uma estrutura em casa. É importante criar uma certa rotina e ter todos os equipamentos que precisa, como computador, uma boa internet e um local tranquilo e inspirador. Caso vá mesmo começar o seu próprio negócio será necessário emitir nota fiscal, por exemplo. É importante ficar ligado na parte burocrática também.

Assim como ter equipamentos para trabalhar, é preciso também ter uma rotina. Estar em casa muitas vezes nos remete a sensação de relaxamento, o que pode atrapalhar e muito sua rotina. O foco é captar clientes e não passar o dia vendo série ou se distraindo com outras coisas. Por isso, é essencial definir um horário de trabalho, por exemplo.

Comece com um expediente em horário comercial. E claro, seja responsável com os prazos, afinal, ainda está em fase de fidelização de clientes.

Trabalhar em casa é ótimo, mas cuidado para não misturar o trabalho com o seu local de descanso. As vezes fica difícil saber separar os dois, e acaba-se por exceder as horas de trabalho, sentindo que nunca está descansando mesmo estando em casa.

Tudo é uma questão de equilíbrio. Reserve alguns momentos do dia para realizar atividade físicas ou mesmo fazer cursos para se atualizar sobre a sua área ou assuntos que envolvam o empreendedorismos, marketing digital e SEO, pontos importantes para o empreendedor.

4 – Não foque na instabilidade

E por mais que possa acontecer, não é preciso se preocupar 100% do tempo com a instabilidade. Mesmo que alguns clientes dispensem seu trabalho em algum momento, sempre terá aquele outro para cobrir as despesas. Por isso a parte da captação é importante.

E se mesmo assim não quiser depender só disso, pelo menos no começo, é possível manter um trabalho por meio período e fazer o home office a noite ou aos finais de semana. Mas, em algum momento, será preciso optar por um só. Afinal, esta pode ser uma rotina bem cansativa.

É possível também juntar uma quantia de dinheiro para ficar tranquilo até que o home pague todas as contas e ofereça certa estabilidade.

Trabalhar em casa não é um bicho de sete cabeças como algumas pessoas pensam, e nem é tão incomum como muitos imaginam.

Na verdade, com o cenário atual, esse tipo de “contratação” tende a se tornar cada vez mais comum no mercado de trabalho. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *