Perfil do cliente: como identificar?

Não são poucas as preocupações que um empresário precisa ter no dia a dia. Uma das mais relevantes consiste em definir o perfil do cliente que aquela marca deseja atrair, converter e fidelizar no longo prazo.

 

Basicamente, toda a razão de ser de um empreendimento se encontra nisso. Já que nenhum negócio pode crescer e se manter de modo sério, sólido e sustentável se não tiver uma boa carteira de clientes.

 

O que vale para todo tipo de negócios, seja uma empresa prestadora de serviços de limpeza do setor terciário, seja uma firma que lida com venda de produtos no varejo. Em todo caso é preciso ter clientes e vender cada vez mais.

 

Por isso mesmo é que se tornou tão importante definir o que é o perfil do cliente. Bem como sua importância nas estratégias, e algumas das dicas mais importantes sobre como exatamente identificar esse perfil ideal e aplicá-lo na rotina prática.

O que é e por que importa?

Existe um funil de vendas ou jornada pela qual cada comprador tem de passar. No fundo, esses estágios existem mesmo que o consumidor não saiba, ou mesmo que a própria empresa não os defina com clareza.

 

Eles vão desde a captação do lead, passado por sua nutrição, negociação, fechamento e, enfim, fidelização. Sendo que só é possível lidar com essas etapas se você conhecer a fundo o perfil do seu cliente ideal.

 

Antigamente, isso era definido em termos de público-alvo. O que consistia em dizer qual a faixa etária, o gênero, o endereço e, no máximo, o poder de consumo da sua clientela. Mas hoje isso evoluiu e é muito mais aprofundado.

 

Quando falamos em uma empresa de persiana painel para sala, por exemplo, podemos nos perguntar questões mais abrangentes sobre o que hoje se chama de persona. Tais como:

 

  • Onde meu cliente ideal está?
  • Ele ainda lê notícias offline?
  • Que horas ele gosta de fazer compras?
  • Que tipo de site ele frequenta?
  • O que ele odeia em uma marca?
  • O que ele ama que uma marca faça?
  • Que tipo de série e música ele curte?
  • Qual rede social ele prefere?

 

Enfim, são diversas perguntas que você precisa se fazer e ir respondendo aos poucos. Por meio de pesquisas de satisfação, enquetes, quizzes e demais recursos que permitam questionar a sua persona exata.

 

Depois, o marketing pode criar duas ou três personas, com nomes e até fotos de pessoas reais, para que ajudem na criação de cada peça de venda.

1. Use as redes sociais

Do que falamos até aqui, já ficou claro que a definição do público-alvo era algo bem mais desafiador. As empresas pagavam altos valores por pesquisas de órgãos como o IBGE.

 

Hoje as redes sociais estão aí para ajudar nisso. Elas permitem que uma empresa da área de terceirização de copa conheça seu público de modo mais fácil, acessível, preciso e assertivo.

 

Cada rede social funciona de um modo, mas você pode ir na seção de insights de qualquer uma delas, e levantar relatórios e métricas que ajudem a definir seu perfil do cliente ideal. As próprias pessoas vão deixar rastros do que elas gostam ou não gostam.

2. Dê sempre algo em troca

Outro ponto fundamental na hora de identificar o perfil da sua clientela é saber que isso é algo que vale dinheiro, portanto se ela o ajuda nisso, retribua.

 

Afinal, se antes era preciso pagar por essas pesquisas de mercado, você pode incluir isso em seu orçamento. Sem falar que o marketing de conteúdo já lida mesmo com conteúdo de graça, então basta usá-lo para isso.

 

Um exemplo é criar um formulário de preenchimento para a pessoa poder baixar um e-book, uma masterclass ou mesmo um workshop. Esse formulário trará informações valiosas sobre o perfil de cliente ideal.

3. Abuse da tecnologia

Por fim, o maior esforço do mundo não vai ajudar a definir o perfil do seu cliente se você não souber captar, arquivar e lidar com esses dados.

 

Tanto que hoje, uma rede de chaveiro automotivo 24h que deseja crescer precisa de um departamento chamado BI (Business Intelligence). Ele nada mais é do que a Inteligência do Negócio, que lida com os dados da empresa.

 

Com esse subsídio, é possível montar um banco de dados que vai servir como base para cada ação futura, especialmente as de marketing. Assim, a tecnologia de dados ajuda a ter uma visão cada vez mais abrangente e assertiva do seu público.

Considerações finais

Explicamos o que é o perfil do cliente ideal, bem como qual é sua importância nos dias atuais, em que a concorrência cresce tanto. É importante saber utilizar as melhores dicas sobre como exatamente identificar o perfil do cliente ideal no caso de sua empresa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *